Posts com Tag ‘pés’

chule

Não é agradável para ninguém ter que ficar com os braços sempre abaixados ou não poder tirar os calçados por causa de mau cheiro. Alguns ‘odores’ exalados por homens e mulheres, adultos e até em crianças nem sempre são agradáveis, como os das axilas e dos pés. São os famosos chulé e asa ou cecê. O problema é tão sério que dificulta a convivência, causando constrangimento pessoal e profissional também, trazendo mal estar  pois as pessoas com o problema muita vezes são taxadas por falta de higiene, mas nem sempre o problema é esse.

A bromidrose, nome cientifico da doença, está associada a hiperidrose (excesso de transpiração). O aumento da umidade local com acúmulo de bactérias e fungos causam o odor desagradável. As bactérias se proliferam com maior intensidade em ambientes úmidos e quentes, por isso, pessoas que transpiram mais, podem ter maiores problemas com o mau cheiro nas axilas ou em outras regiões do corpo, como os pés. Essa situação pode ser revertida com cuidados específicos e a ajuda de um dermatologista.

As causas da Bromidrose axilar (mau cheiro nas axilas), além da possível falta de higiene, são associadas as idade, normalmente o problema aparece na puberdade, devido a alterações hormonais. Os orientais são menos propensos a ter bromidrose, ao contrário dos negros, que produzem mais suor — em relação aos brancos — podem apresentar odor com cheiro característico. Fatores emocionais como nervosismo e ansiedade pode aumentar a sudorese e consequentemente o odor.

O mau cheiro nos pés é causado pela ação de bactérias e pela descamação dos pés. É mais aos homens, que transpiram mais nesta parte do corpo. Piora com o uso de calçados fechados, principalmente sem meias.

Prevenção

Em alguns casos mais simples existem tratamentos que podem resolver ou pelo menos amenizar o problema. Mas, em casos mais complexos, alguns médicos indicam a cirurgia para para a retirada de glândulas das axilas que produzem suor e, conseqüentemente, o odor desagradável. Eles alegam que a sudorese faz parte do equilíbrio homeostático (de líquidos) do organismo. Alguns especialistas indicam também a aplicação de botox nos pés. A toxina botulínica, quando injetada no músculo, diminui a transpiração e o odor. Outra opção é o tratamento à base de iontoforese, um aparelho que utiliza correntes elétricas.

Para evitar o problema de mau cheiro nas axilas:
– Faça a higiene adequada do corpo, se possível tome dois banhos ao dia, pela manhã e a noite.
1234874312235_101– Ao banhar-se tenha especial atenção com as axilas, esfregue-as com uma bucha vegetal, com bastante sabonete liquido, preferencialmente sabonete liquido anti-bacteriano.
– Não use talcos nas axilas, eles não resolvem o problema da transpiração e nem do mau odor, para alem de manchar suas roupas.
– Use desodorante ou antitranspirante de qualidade, as vezes os desodorantes ‘sem perfume’ fazem mais efeito, do que os perfumados.
– No caso das mulheres, mantenha a depilação em dia, não só na axila
– Prefira roupas de tecidos como algodão. Evite usar roupas de tecido sintético, além de reter calor no corpo e favorecer o suor, produzem mau cheiro
– Usar roupas limpas, sem resíduo de sabão, e bem secas
– Em caso de transpiração excessiva nas axilas, procure um dermatologista que lhe orientará melhor.
– Não use o perfume por cima da transpiração para disfarçar, o resultado disso será catastrófico, em caso de emergência( jantar, encontro de ultima hora), dirija-se ao WC e tente higienizar a região da axila com agua, para diminuir o cheiro. Tenha sempre em mãos o desodorante sem perfume, que poderá ser reaplicado durante o dia.

Para evitar o problema dos pés:rexona
– Após o banho, secar bem os pés e entre os dedos.
– Evitar calçados fechados no verão, pois aumentam a temperatura e a transpiração.
– Usar sapato com meias limpas.
– Usar meias de algodão que absorvem melhor o suor.
– Não ande descalço em pisos úmidos.
– Use seu próprio material para cortar as unhas, alicate, tesouras, lixas.
– Não use os mesmos sapatos todos os dias.
– Use talcos ou produtos específicos para os pés que ajudarão no controle do mau cheiro.
– Ao banhar-se tenha especial atenção com os pés, esfregue-os com uma bucha vegetal, com bastante sabonete liquido, preferencialmente sabonete liquido anti-bacteriano.
– Colocar os calçados freqüentemente sob o sol e lavá-los de vez em quando, se o material permitir
– Evitar o uso de calçados fabricados com material sintético
– Usar pó secante nos pés, após o banho, e dentro dos calçados
– Existem ainda produtos como: xampus e desodorantes para tênis, gel esfoliante e palmilhas antichulé, que podem ajudar a acabar com o cheiro desagradável

Fontes: Blog da Mulher, Portais da Moda Dr Samir Haje, Correio de Uberlândia e dermatologista José Joaquim Rodrigues

Anúncios