Posts com Tag ‘karate’

As aulas serão ministradas no Ipiranga e em Diadema.

As aulas serão ministradas no Ipiranga e em Diadema.

O Instituto Olga Kos de Inclusão Cultural acaba de abrir as inscrições para as aulas de Taekwondo e Karatê, modalidades esportivas de arte marcial que funcionarão como instrumento promotor do desenvolvimento das habilidades para a construção da autonomia e cidadania dessas pessoas.
 
Esse projeto inovador – que tem apoio da Lei de Incentivo ao Esporte – colocará os jovens com deficiência frente a frente com outros praticantes, em academias de São Paulo, proporcionando uma rara e importante integração. Eles serão acompanhados por uma equipe de profissionais altamente especializados, composta por professores de Educação Física Adaptada, médicos esportivos (ortopedistas, cardiologistas) e psicólogos.     
 
São 50 vagas para cada curso. As aulas têm início previsto para o mês de março e serão realizadas, a princípio, até o final de 2009, em academias localizadas no Ipiranga e em Diadema. Antes do início dos cursos, serão realizadas as avaliações médicas, físicas e psicológicas dos participantes. 
 
Desde a sua criação em 2007, a entidade promove a integração de pessoas com deficiência intelectual através da arte e da cultura. Com esse novo projeto, o Instituto Olga Kos de Inclusão Cultural ampliará as opções oferecidas à sociedade, desta vez utilizando-se do esporte e de seus inúmeros benefícios.

Taekwondo  –  Os cerca de 50 jovens, de 10 a 28 anos, que participarem das aulas de Taekwondo aprenderão técnicas como Kibom Poonse, referente aos movimentos de mãos, braços e pernas, usadas para desenvolver velocidade, concentração e senso de equilíbrio. As aulas serão ministradas na Academia Lira Taekwondo Clube, localizada em Diadema, região do grande ABC. Taekwondo é uma arte marcial coreana que surgiu há cerca de dois mil anos e, em sentido global, indica a técnica de combate sem armas para defesa pessoal, envolvendo destreza no emprego das mãos, punhos e, principalmente, pernas.
 
Karatê – O karatê também beneficiará jovens, de 16 a 25 anos, para que eles tenham uma melhoria na saúde física e mental, através dos vários movimentos que serão ensinados pelos professores faixa-preta, com especialização em Educação Física Adaptada. As aulas serão ministradas na Academia Ken-in-Kan de Karatê, no Ipiranga.  Assim como o Taekwondo, além da parte física, o esporte desenvolve o espírito de equipe, competitividade liderança, mantêm o entusiasmo, fortalece o equilíbrio emocional, diminui o tempo de reação em função dos estímulos externos (visuais, táteis e auditivos), aumentando, assim, a capacidade do praticante de defender-se no ambiente que vive (segurança pessoal), e obtendo-se bons resultados cognitivos e sociais.  Karatê é uma palavra de origem japonesa e significa “mãos vazias”. É uma arte altamente científica, que faz o uso mais eficaz de todas as partes do corpo e seu maior objetivo é a perfeição do caráter, através da rigorosa disciplina da mente e do corpo.
 
Serviço – Projeto Taekwondo e Karatê – Inscrições abertas para as aulas –  Gratuito – Onde se inscrever: Instituto Olga Kos de Inclusão Cultural, pelo site -Mais informações: (11) 3081-9300 – E-mail: projetos@institutoolgakos.org.br
 
Patrocínio: Karatê – Grupo EDP Energias, Taekwondo – Visa Vale; Syngenta; Oi Futuro; Price Waterhouse Coopers; Banco Daycoval e Grupo Mapfre Seguros

Anúncios
Foto do site Nova New Snow

Foto do site Nova New Snow

Karate é uma palavra japonesa que significa “mãos vazias”. É uma arte altamente científica, fazendo o mais eficaz uso de todas as partes do corpo para fins de auto-defesa. O maior objetivo do karate é a perfeição do caráter, através de árduo treinamento e rigorosa disciplina da mente e do corpo. O karate-ka (cultor de karate-do) utiliza como armas as mãos, os braços, as pernas, os pés, enfim, qualquer parte do corpo.Entende-se como Karate-Do a prática complementar de formação cultural e desportiva baseada no desenvolvimento peculiar dos sistemas de defesa pessoal e evolução interior característicos de Okinawa em seus primórdios (século XVIII) e do Japão a partir do início do século XX.

Além de ser um excelente meio de auto-defesa, o karate também é um meio ideal de exercício. Ele desenvolve a força, a velocidade, a coordenação motora,o condicionamento físico e é reconhecido também por seus valores terapêuticos.

O combate desarmado nasceu antes da história escrita, mas as origens mais remotas são obscuras, muitas vezes encobertas pelo folclore de uma variedade de culturas do mundo.

Várias formas de combate desarmado eram praticadas na Índia, na China, em Formosa e em Okinawa, uma ilha ao sul do Japão. Em Okinawa, as lutas desarmadas foram desenvolvidas em segredo durante muito tempo, devido à influência dos fidalgos japoneses que conquistaram a ilha, proibindo os seus súditos de carregarem armas. Esta proibição de andarem armados obrigou muitas pessoas a praticar formas de combate sem armas, em segredo.

O karate moderno nasceu na época em que o finado Mestre Gichin Funakoshi (1868-1957), então líder da Sociedade Okinawa de Artes Marciais, foi solicitado pelo Ministério da Educação do Japão, em maio de 1922 a conduzir apresentações de karate em Tóquio. A nova arte foi recebida entusiasticamente e foi introduzida em várias universidades, onde criou raízes e começou a florescer.

Devido ao fato do karate ter sido praticado secretamente no passado, um grande número de escolas e estilos (Ryus) foram desenvolvidos. Hoje existem inúmeras escolas no Japão, sendo as mais destacadas: Shotokan, Goju-Ryu, Shito-Ryu e Wado-Ryu, todas com ramificações pelo mundo afora.

O karate esportivokarate12
Nos últimos anos, foram formuladas regras de combate simulado para se evitar ferimentos graves, com o propósito de introduzir o karate como um esporte competitivo. O karate de torneio é um jogo de reflexos que exige “timing”, velocidade, técnica, estratégia, camaradagem e controle, onde prevalecem HONRA, LEALDADE e SENSO DE COMPROMISSO.

Durante os torneios, todos os golpes, embora fortemente focalizados, devem ser controlados precisamente antes do contato. Embora seja muito excitante de assistir, o torneio de karate é considerado, pela maioria dos mestres, como um degrau e não como o objetivo principal no desenvolvimento do karate-ka.

Nos anos 50, as universidades no Japão começaram a promover competições de karate. O 1º Campeonato Mundial de Karate foi realizado em 1970 em Tóquio,Japão, com a participação de 33 países e, desde então, cada campeonato mundial tem sido promovido de dois em dois anos. Em 2002, o 16º Campeonato Mundial realizado em Madri/Espanha teve a participação de 84 paises.

O karate tem se espalhado rapidamente, não apenas entre as gerações mais novas como um esporte para melhorar a força, mas tem se tornado um meio popular de exercício para homens e mulheres de meia-idade para manter a forma. Um número crescente de academias de karate tem aberto e mantido turmas para crianças.

Fonte: Karate do Brasil