Posts com Tag ‘consumo’

Peixe: como manipulá-los e evitar problemas

Publicado: 17/03/2010 por Kakao Braga em Atualidades, Saúde
Tags:, ,

O Brasil tem uma grande variedade de peixes nutritivos e saborosos, sejam de água doce ou salgada. O peixe é um alimento indispensável para uma alimentação correta e equilibrada, visto ser rico em proteínas, vitaminas e sais minerais e, de um modo geral, pobre em gorduras. Nesta época do ano, Quaresma, que vai do Carnaval até a Semana Santa, há um aumento natural no consumo de peixe.

Um aspecto importante na compra do peixe é verificar a  procedência do pescado é muito importante, de modo que o consumidor deve adquirir o produto somente de fornecedores conhecidos e devidamente licenciados pela Visa-SMS.

O consumidor também deve estar atento para os hábitos higiênicos dos manipuladores. Toda pessoa que manipula alimentos deve utilizar uniforme adequado (avental claro e limpo, sapato fechado e touca que contenha todo o cabelo), conforme a  lavar as mãos de maneira adequada, sempre que necessário. Os equipamentos, utensílios e móveis que entram em contato com os pescados devem ser constituídos de material adequado, bem conservados e limpos.

Os peixes frescos tem os olhos transparentes, gelatinosos e salientes, com o corpo firme, resistente à pressão dos dedos, a pele luzidia e as escamas brilhantes, húmidas e bem ajustadas umas às outras e aderentes à pele. A guelra tem uma tonalidade vermelho-viva. Prefira sempre o peixe inteiro e peça para cortar em filetes ou de outra forma. Se optar por comprar cortado avalie bem.

O odor do pescado deve ser suave, embora muito característico, não pode ser repugnante. Em relação ao odor, devemos estar atentos para algumas espécies de pescado que possuem odor muito característico e diferente dos outros, como por exemplo, o cação.

Se comprar peixe congelado, leve em linha de conta que não deve estar nessa condição, mais do que três meses, e verifique se apresenta uma cor clara e se não contém cristais de gelo. O cheiro deve ser suave e natural como se fosse fresco.

O transporte deve ser feito sempre em recipientes que possam manter a temperatura adequada e sua armazenagem deve ser feita de forma cuidadosa para que não haja danos ao produto.

A lavagem e retirada das vísceras faz com que o pescado mantenha sua qualidade de consumo por mais tempo. Mas, caso não haja as condições ideais para esse tipo de manipulação, é melhor guardar o produto por inteiro e limpá-lo posteriormente. A refrigeração ideal deve ser feita com no mínimo 1,5 Kg de gelo para cada 1 Kg de pescado, sendo que a primeira e a última camadas serão sempre de gelo, com o pescado entre elas.

Como o peixe deteriora-se mais depressa do que a carne, deve ser cozido no próprio dia ou no dia seguinte à compra. Por exemplo, a cavala estraga-se mais rápido do que o peixe-espada, por ser mais oleoso e ficar rançoso.

Anúncios

combustivelSegundo estudo realizado pela Volkswagen, o consumo de combustível de um veículo depende, em boa parte, do comportamento do motorista. Com esse resultado em mãos, os especialistas da montadora prepararam dicas para economizar combustível e beneficiar o meio ambiente, reduzindo-se a emissão de gases do veículo.

Os especialistas recomendam:

  1. Evite acelerações a fundo. A aceleração equilibrada não só reduz consideravelmente o consumo de combustível como a poluição e o desgaste do veículo.
  2. O consumo de combustível é menor nas marchas mais altas. Selecione uma marcha superior logo que seja possível e somente opte por uma inferior quando o desempenho do veículo for afetado.
  3. Por outro lado, evite conduzir à velocidade máxima. Se o veículo for conduzido a ¾ da velocidade máxima recomendada na via que está sendo percorrida, o consumo de combustível baixa significativamente e a perda de tempo é mínima.
  4. Dirija de modo regular. Acelerações e freadas desnecessárias provocam elevado consumo de combustível e maior poluição ao ambiente.
  5. calibragemCalibre os pneus regularmente, como recomendado pelo manual do proprietário. A pressão baixa aumenta a resistência ao deslocamento do veículo e, conseqüentemente, o consumo de combustível, além de desgastar os pneus e afetar a dirigibilidade do carro.
  6. Não transporte pesos mortos como, por exemplo, cadeiras de praia ou bicicletas, quando não for utilizá-los. O peso do veículo tem grande influência no consumo do combustível, principalmente no trânsito urbano.
  7. Use o bagageiro somente quando for imprescindível, pois a bagagem acomodada neste acessório aumenta consideravelmente a resistência aerodinâmica do veículo e, conseqüentemente, o consumo de combustível.
  8. Não use o chamado “ponto morto”. Além de comprometer a segurança na condução do veículo, esta prática não resulta em economia de combustível, como se acredita.
  9. O uso do ar condicionado requer maior potência do motor e, desta forma, o consumo de combustível se eleva.
  10. paradoPrograme antecipadamente os itinerários, evitando engarrafamentos e semáforos. Trajetos curtos freqüentes como, por exemplo, em serviços de entrega, que exigem partidas e aquecimento do motor constantes, também elevam o consumo de combustível.
  11. Desligue o motor em caso de paradas prolongadas no trânsito.
  12. Verifique o consumo de combustível em cada reabastecimento. Desta forma, é possível descobrir a tempo qualquer irregularidade no veículo que provoque aumento de consumo.
  13. Utilize somente o tipo de combustível recomendado no manual do proprietário.
  14. Não altere o sistema de alimentação ou de escapamento, usando peças não originais ou fazendo regulagens indevidas.
  15. Siga o plano de manutenção do veículo, conforme orientações do manual do proprietário.

Fonte: Volkswagen

A estação mais quente do ano requer uma alimentação leve e saudável. É preciso se hidratar e se proteger de doenças, parasitas e vírus. A água, um importantíssimo elemento que atua em todos os processos metabólicos do organismo. A água controla a temperatura corporal, transporta as fibras que estimulam o trabalho do intestino, além de retirar as toxinas do corpo. É a solução onde os processos celulares ocorrem.

Os sucos, a água combinada a frutas, hortaliças ou legumes, é uma ótima opção para aquelas pessoas que querem uma forma de alimentação nutritiva, refrescante e fácil de preparar. Oferecem uma enorme quantidade de vitaminas e sais minerais que o organismo necessita, contribuindo para seu bom estado. Especialistas recomendam tomar pelo menos um copo de suco por dia.

São ótimos para quem quer perder peso,  por serem saudáveis, alimentar, e, dependendo do suco, possuir uma quantidade relativamente baixa de calorias. Introduzir sucos no dia a dia pode contribuir para a saúde cardiovascular, ampliar a capacidade física, ajudar a baixar a pressão arterial, dormir bem, ter mais energia e melhor saúde. Livra seu corpo de toxinas, suaviza a pele, deixa os cabelos mais brilhantes e regula sistema orgânico. Entre as características dos sucos está o controle da temperatura corporal, estimulo do trabalho do intestino e auxílio no funcionamento dos rins, o que favorece a digestão.

Os sucos de frutas representam uma grande fonte de vitaminas, especialmente a vitamina C, presente nas frutas cítricas. Algumas frutas têm propriedades específicas, por exemplo, as frutas vermelhas e alaranjadas possuem altos níveis de caroteno, uma substância considerada anticancerígena, e as frutas cítricas contêm vitamina C e bioflavonóides, importantes nutrientes que reforçam o sistema imunológico.

Já, os sucos de hortaliças fazem com que o corpo absorva os nutrientes rapidamente, ao contrário do que ocorreria se essas hortaliças fossem ingeridas normalmente, onde esse processo é mais lento. Quando tomar suco de hortaliças trate de mastigá-los.

(mais…)