Posts com Tag ‘como funciona’

Hoje, se vê em muitos automóveis a utilização de GPS. Aqueles aparelhinhos que mostram a localização, trajeto, mapas das cidades, permitindo que se possa traçar percursos e rotas com facilidades. Mas, afinal o que é esse aparelho e como funciona?

GPS (Global Positioning System) é a abreviatura de NAVSTAR GPS (NAVSTAR GPS-NAVigation System with Time And Ranging Global Positioning System). É um sistema de radionavegação baseado em satélites desenvolvido e controlado pelo departamento de defesa dos Estados Unidos da América (U.S.DoD) que permite a qualquer usuário saber a sua localização, velocidade e tempo, 24 horas por dia, sob quaisquer condições atmosféricas e em qualquer ponto do globo terrestre. O GPS foi originalmente planejado para aplicações militares. Foi criado em 1973 para superar as limitações dos anteriores sistemas de navegação. A primeira vez que o GPS foi usado efetivamente foi na Guerra do Golfo, em 90 e 91. Alguns anos depois, o aparelho foi liberado para o uso de civis e passou a ser comercializado.

Ele possui várias utilidades. É útil para trabalhos de exploração, como expedições dentro de matas ou cavernas, além de importante para praticamente todos os veículos de vôo ou navegação, permitindo aos tripulantes saberem exatamente onde se encontram no céu ou no mar. Também é usado em mísseis teleguiados (como os tomahawk) , relógios de alta precisão, sistemas de monitoramento, etc.

O GPS tem três componentes: a espacial, a de controle e a do utilizador.

O componente espacial é constituído por uma constelação de 24 satélites em órbita terrestre aproximadamente a 20200 km com um período de 12h siderais e distribuídos por 6 planos orbitais. Foi concebido de forma que sempre existam no mínimo 4 satélites visíveis acima do horizonte em qualquer ponto da superfície e em qualquer altura.

O componente de controle é constituído por 5 estações de rastreamento distribuídas ao longo do globo e uma estação principal (MCS- Master Control Station). Este componente rastreia os satélites, atualiza as suas posições orbitais e calibra e sincroniza os seus relógios. Outra função importante é determinar as órbitas de cada satélite e prever a sua trajetória nas 24 horas seguintes. Esta informação é enviada para cada satélite para depois ser transmitida por este, informando o receptor do local onde é possível encontrar o satélite.

O componente do usuário inclui todos aqueles que usam um receptor GPS para receber e converter o sinal GPS em posição, velocidade e tempo. Inclui ainda todos elementos necessários neste processo como as antenas e software de processamento. Além de aparelhos específicos, pode-se captar sinais de GPS em computadores, pocketpcs, celulares, palms e outros, comprando apenas um dispositivo de recepção de coordenadas GPS Bluetooth, USB ou Serial.

Fonte: Wikipédia e Malima

Anúncios

A necessidade de se expressar, seja para demonstrar interesse, cansaço, tristeza, alegria, nervosismo, ou qualquer outra emoção, fez com que o homem desenvolvesse uma das suas principais características: a voz.  

Essa maneira peculiar de reprodução de sons permitiu que o homem desenvolvesse a comunicação verbal e se fizesse entender. Seja sussurrando , falando, gritando, a fala só é possível quando existe o outro e este entende o que está sendo dito.

A voz faz parte da identificação individual do ser humano, em geral condiz com sexo, idade e estrutura física.  Está associada à fala, podendo variar quanto à intensidade, altura, inflexão, ressonância, articulação e muitas outras características. Sofre ainda a influência de hormônios e de nossas emoções, mas não ultrapassa dos 70 decibéis, a não ser que se grite.

Esse som, fruto da evolução, é produzido quando o ar vindo dos pulmões passa pelas pregas vocais, e por nosso comando neural, por meio de ajustes musculares, faz pressões de diferentes graus na região abaixo das pregas vocais, fazendo-as vibrarem. Ao passar pela boca, lábios e língua, as ondas sonoras vão ser articuladas em vogais e consoantes (formando palavras, frases, sentenças), com o objetivo de serem decodificadas e entendidas pelo ouvinte.

Todo esse processo é um trabalho conjunto do sistema nervoso, respiratório e digestivo, e de músculos, ligamentos e ossos, harmoniosamente atuando para que se possa obter uma emissão eficiente. As famosas pregas vocais são dois pares de músculos (formando o tíreo-aritenóideo) que, primordialmente, não foram feitos para o uso da voz. Sua função primordial era respiração, alimentação e esfincteriana.

O período de melhor desempenho vocal está entre os 25 e os 40 anos de idade, mas pode haver exceções quando se possui boa saúde física e psicológica, além de fatores genéticos, sociais, ambientais e raciais.

A voz também pode sofrer algum distúrbio, desde alterações, rouquidão, ou até mesmo a perda total ou parcial do som. Esses transtornos podem limitar a comunicação no dia a dia, abreviar carreiras e até mesmo tornar-se esteticamente inaceitável.

Ao se perceber qualquer tipo de alteração por um período prolongado, pode ser um sinal de doença séria, por esse motivo deve-se procurar um atendimento médico ou um profissional especializado.

A voz também envelhece

Assim como nosso corpo a voz também envelhece. Esse envelhecimento é provocado pelo engrossamento das cordas vocais, redução de movimentos das articulações, alterações hormonais e emocionais, maus hábitos, calcificação das cartilagens, atrofia da musculatura laríngea e a perda da capacidade pulmonar.

Os homens tendem a iniciar o processo de alteração vocal por volta dos 30 anos, enquanto nas mulheres isso começa a acontecer por volta dos 50, quando chega à menopausa.

  • Para evitar o envelhecimento vocal ou atrasá-lo, é necessário:
  • Usar a voz corretamente. Evitar falar alto ou baixo, rápido, descompassadamente e por muito tempo.
  • Não falar alto em ambientes ruidosos (procure chegar próximos das pessoas). Ao gritar, você machuca as pregas vocais. Se for falar para um grande público, use microfone.
  • Articule bem ao falar. Seu interlocutor o compreenderá melhor e você poupará sua voz.
  • Evitar pigarrear.
  • Beber no mínimo dois litros de água por dia, dando preferência a água fresca ou em temperatura ambiente.
  • Evitar o fumo, bebidas destiladas e a cafeína.
  • Evitar alimentos condimentados, muito ácidos e de difícil digestão.
  • Evitar consumir leite e chocolate quando for usar muito a voz. Esses alimentos estimulam a produção de muco, o que também leva ao pigarro.
  • Alimentos fibrosos como a maçã com casca, bem como as frutas cítricas limpam a boca e a faringe e ajudam na clareza da voz.
  • Não dormir logo após comer, procure ficar pelo menos 2 horas sentado após as refeições para evitar o refluxo, o retorno da comida do estômago para a boca (os ácidos do estômago podem prejudicar as pregas vocais e o trato vocal).
  • Quando for usar a voz, se vista confortavelmente. Para falar bem, precisamos respirar adequadamente, e ninguém consegue respirar bem com roupa apertada.
  • Endireite as costas! Boa postura também é fundamental para boa fluência do ar e facilita o trabalho do diafragma.
  • Existem alguns exercícios que podem ajudar. Entre eles, tem a rotação da língua, empurrar a língua contra a bochecha, vibrar a língua e os lábios, bocejar, fazer biquinho de beijo. Técnicas de relaxamento também podem ajudar na boa impostação da voz.