Posts com Tag ‘campanha’

Foi lançada na rede a campanha Internet for Peace (I4P), que afirma que o prêmio Nobel da Paz deve ser concedido à internet, homenageando cada usuário que integra a rede mundial. O grupo que está por trás da iniciativa afirma ter finalmente percebido que a internet é muito mais que uma rede de computadores, e sim uma rede infinita de pessoas, vindas de cada canto do mundo, além de uma ferramenta para a paz, por meio do diálogo, da aceitação e da participação dos indivíduos.

O idealizador do projeto é Riccardo Luna, editor-chefe da Wired Itália, que também pertence ao time de embaixadores, composto por Chris Anderson, editor-chefe da Wired EUA e David Rowan, editor da Wired britânica, além de Shirin Ebadi, Nobel da Paz de 2003, Umberto Veronesi, cientista e cirurgião italiano e pelo renomado estilista italiano Giorgio Armani.

O site da Wired inglesa traz os depoimentos de seus três integrantes que fazem parte do I4P. Luna explica que a internet pode ser utilizada como o primeiro meio de construção em massa, acabando com o ódio e com os conflitos e proporcionando paz e democracia. Ele ainda relembra o papel que o ambiente virtual teve nas eleições iranianas, ao divulgar informações importantes que antes seriam barradas pela censura. Já o site da revista Vogue destaca a participação de Giorgio Armani no movimento.

A campanha conta também com o apoio da revista brasileira Galileu, que pediu, em sua mais recente edição, a participação dos brasileiros e das instituições nacionais. No site da I4P é possível ler o manifesto completo (em inglês) e assistir ao vídeo que conta um pouco da história da campanha (em italiano, mas com legendas em inglês), e convida os visitantes a participar. Também é possível ver, por localidade, quem já faz parte do movimento.

Esta não é uma realização impossível, pois o Nobel da Paz, criado em 1901, é o único dos prêmios Nobel que pode ser atribuído não só a pessoas, mas também a entidades, mesmo que ainda estejam em processo de resolução dos problemas, e já premiou 20 organizações, entre elas a Unicef, os Médicos sem Fronteiras, a Anistia Internacional e a Cruz Vermelha (que recebeu a condecoração 3 vezes).

O criador do prêmio, o químico e inventor sueco Alfred Nobel, acreditava que ele deveria ser entregue a quem “tivesse feito a maior ou melhor ação pela fraternidade entre as nações, pela abolição e redução dos esforços de guerra e pela manutenção e promoção de tratados de paz”.

Fonte: Terra Tecnologia/Internet

Anúncios

imagemAtualmente, apenas 5% do óleo sujo é reaproveitado no Brasil, segundo estimativas de ONGs Mas, se depender do Sindicato da Indústria de Panificação esse número irá crescer consideravelmente. É que a partir de hoje, 50 padarias da capital paulista vão receber óleo de cozinha usado. A ideia é combater o hábito de jogar o óleo pelo ralo da pia e evitar danos ao meio ambiente. Cada litro que chega aos rios, por exemplo, pode contaminar 20 mil litros de água, segundo estudo da Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental (Cetesb).

Com a campanha, lançada ontem, espera-se que até o final do mês cerca de 2 mil estabelecimentos estejam credenciados e engajados. Haverá galões instalados nas padarias participantes para receber o óleo usado, que deverá ser recolhido em casa em garrafas pet ou em um pote de plástico de um litro vendido nas padarias a R$ 1,50. Das panificadoras, o material coletado será levado para as organizações não governamentais especializadas na reciclagem desse tipo de produto.

Entre as participantes estão as panificadoras no Sumaré (rua Havaí, 336), na Bela Vista (avenida Brigadeiro Luís Antônio, 3.332) e no Centro (avenida 9 de Julho, 853). A expectativa do Sindicato da Indústria de Panificação é atrair a participação das 4 mil padarias filiadas na Grande São Paulo ao longo do ano. A lista das que já aderiram à campanha está disponível no site www.sindipan.org.br.

Fonte: Jornal Destak São Paulo

MADRI – A União de Ateus e Livres-Pensadores da Espanha (UAL) começou uma campanha publicitária com que pretende promover o ateísmo através da inserção de cartazes publicitários em ônibus que percorrem as ruas de várias cidades espanholas.

Barcelona foi a primeira cidade eleita para que a mensagem “Provavelmente Deus não existe. Deixe de se preocupar e aproveite a vida” percorra suas ruas.

A partir de 12 de janeiro duas das linhas de ônibus da cidade colocarão em marcha esta iniciativa que já deu o que falar na sociedade espanhola, tradicionalmente católica.

No entanto, o presidente da União de Ateus e Livres-Pensadores, Albert Riba, assegurou que a “campanha não busca enfrentamento, mas fazer com que as pessoas pensem e trazer o ateísmo para um lugar na esfera pública.”

A reações não esperaram para chegar. O Centro de União Cristã de Madri, pertencente a uma igreja evangélica, financiou um cartaz que diz “Deus existe. Aproveite a vida em Cristo.”

(mais…)