Posts com Tag ‘benefícios’

Terapia Ortomolecular

Publicado: 09/10/2009 por Elisa em Atualidades, Saúde
Tags:, ,

gene:: Por Elizabethe Milwaard ::

Alguns especialistas afirmam que a espressão ortomolecular é um ramo da medicina dando a impressão de que é algo indicado somente para pessoas velhas, fracas e doentes.
 
Há profissionais da área que somente recomendam esta terapia para pessoas ricas ou quando a doença se encontra instalada, ou ainda, para quem tem mais de 60 anos.
 
Quando a terapia ortomolecular chega a ser adotada, na maioria das vezes, o organismo já perdeu a capacidade de absorção e os nutrientes terminam se perdendo, não havendo uma boa adesão e regeneração dos tecidos e células. Isto ocorre com freqüência com terapeutas que só se preocupam em combater a doença e nunca com a preservação da saúde.
 
17904912_1A terapia ortomolecular precisa ser muito bem explicada e  corretamente entendida pelas pessoas de todas as idades das diversas classes sociais, já que a sua finalidade é limpar e fortalecer o sistema imunológico para combater as doenças. 
 
Como a atenção ortomolecular tem como objetivo a restauração celular deveria  ser adotada para a melhoria da vida das pessoas em todas idades.
 
As grávidas e as crianças, principalmente, deveriam receber este tipo de cuidado oferecido pela terapia ortomolecular. No caso particular das gestantes o ideal seria que o começo desta terapia se desse três anos antes da gravidez. 
 
Teria grande valor se as pessoas soubessem que o alicerce de uma juventude e velhice saudável depende de uma ótima construção fetal ou, no mínimo, dos cuidados que são empregados na primeira  infância.
 
2341974902_f329d7a7e4Não basta só medir a quantidade de metais pesados e combater os radicais  livres, é preciso que os profissionais que estão envolvidos nesta  área estejam atento para outros aspectos, como por exemplo, a maturidade  do
ser  humano, que envolve  o fortalecimento do físico, intelectual, espiritual e emocional.
 
No organismo humano encontram-se no geral dois tipos de toxinas mortíferas, as ingeridas durante a nutrição e emocionais. Passam de geração a geração e têm alto poder de desnutrição. Para que uma pessoa consiga ser perfeitamente saudável é necessário que ambas sejam removidas.
 
Limpar e nutrir o organismo de uma mulher que deseja engravidar de maneira correta poderia evitar prejuízos enormes no futuro já que o seu útero é igual a um hotel, ou, uma casa e o filho, um hóspede. Ninguém gosta de viver ao lado de pessoa com problemas.
 
Para o profissional que se propuser a cuidar de outra pessoa é importante estar em ótima forma, não só física, mas, também, intelectual, espiritual e emocional. Qualquer que seja a profissão, a maturidade é essencial para a estabilidade imunológica. Talvez a terapia ortomolecular seja uma grande aliada no combate as pandemias atuais e futuras.
 
Prevenir é usar a sabedoria com inteligência. 
 
:: Professora  de Consciência,  Nutricional  e  Ortomolecular; Sistema Raiz da Vida, twitter.com/raizdavida.
Anúncios

É saboroso, auxilia o raciocínio, o coração e o bom colesterol. Mas também pode ocasionar fortes dores de cabeça e algumas irritações, entre outros probleminhas

Amargo, ao leite, branco, com frutas ou crocante, diet ou light são apenas alguns dos sabores do chocolate, alimento produzido a partir do cacau. Esta delícia, a despeito de adoçar o paladar e a vida, durante muito tempo foi vista apenas por um equivocado lado negativo. Hoje, está mais do que comprovado que traz inúmeros benefícios ao organismo:

“Ele contém teobromina e tiramina, duas substâncias que estimulam os neurônios, melhorando o raciocínio”, informa Renata Cristina Campos Gonçalves, nutricionista que trabalha em parceria com o Ganep no desenvolvimento de projetos especiais.

O chocolate ainda é bacana para o coração, pois age sobre o sistema muscular, favorecendo seu funcionamento. A presença do ácido oléico, encontrado no cacau, pode controlar os triglicérides e aumentar o bom colesterol (HDL), quando o consumo é parcimonioso.

“Aliás, o tipo amargo, feito do cacau puro e sem a adição das gorduras do leite, contém alto teor de flavonóides, antioxidantes que reduzem os riscos das doenças cardiovasculares”, pondera Renata.

Porém, vale frisar novamente que devido ao alto teor calórico não é recomendado que o consumo diário ultrapasse 30g para as pessoas saudáveis. Quem sofre com o excesso de peso, de intolerância a lactose ou a algum componente da fórmula deve procurar variações especiais que não prejudiquem sua condição.

É importante ressaltar também que os chocolates diet devem ser ingeridos apenas por pessoas diabéticas. Engana-se quem imagina que o seu consumo esteja relacionado a uma quantidade menor de calorias; apesar da isenção de açúcar contém quantidade de gorduras superior a dos convencionais.

Para os que buscam algo mais equilibrado em termos nutricionais, a melhor opção é o light que pode conter até 25% menos calorias.

Apesar dos inúmeros benefícios à saúde, pessoas sensíveis a componentes da fórmula podem desenvolver irritações na pele, no estômago e na mucosa intestinal, além de enxaqueca causada pela ação das substâncias vasodilatadoras presentes no chocolate.

Curiosidades

Um estudo da BBC indicou que um chocolate derretendo na boca de uma pessoa causa um aumento na atividade cerebral e nos batimentos cardíacos que é mais intenso do que o associado a beijos apaixonados, e que duravam quatro vezes mais tempo após o término na atividade.

História do Chocolate

Os primeiros vestígios da descoberta do chocolate são de 1.500 a.C. e vêm da civilização Olmeca que habitava o México na época. O cacau foi aproveitado posteriormente pelos Maias e Aztecas em forma de bebida, considerada sagrada. Nas cerimônias religiosas, o cacau torrado era servido com especiarias e mel.

Em 1519, Hernando Cortez experimentou pela primeira vez o “Cacahuatt”, uma bebida apreciada por Montezuma II, último imperador Asteca. Cortez observou também que aquele povo tratava as amêndoas de cacau como um tesouro inestimável, o que aumentou ainda mais sua admiração pela nova descoberta. Imediatamente, Cortez trouxe o cacau para a Espanha, onde a bebida era preparada, incluindo adoçantes e posteriormente aquecida. Sua fórmula foi mantida em segredo por anos e era apreciada pela nobreza européia, porém com alguma resalva, pois era considerada uma bebida rústica e “bárbara”.

Em meados do século XVII a bebida de chocolate ganhou fama e popularidade na França, pois em 1615 a Rainha francesa Anne, esposa de Luiz XIII, declarou o chocolate como “A bebida da corte francesa”. Tais acontecimentos levaram um francês a abrir a primeira loja do ramo em Londres e já no século XVIII as casas de chocolate eram tão famosas quanto.

Inicialmente somente mulheres, sarcedotes e nobres o consumiam em cultos da Igreja Católica, depois o cacau foi se popularizando e se diversificando com a adição de outros ingredientes. Os suíços tiveram a idéia de misturar o cacau ao leite, dando origem ao chocolate como nós conhecemos hoje.

Típico de clima tropical, o cacaueiro encontra no Brasil um ambiente ideal para o seu cultivo, principalmente nas regiões do Espírito Santo e o sul da Bahia, Ilhéus. Hoje, nosso país é o maior produtor da América Latina e um dos maiores do mundo ao lado da Costa do Marfim, de Gana e do Equador.

Fonte: Acontece e ColégioSão Francisco

Para nós, ocidentais, meditar significa refletir a respeito de alguma coisa. No oriente, meditar é algo bem diferente. É entrar num estado de consciência onde se torna mais fácil compreender a si mesmo.

Nisargadatta Maharaj, um mestre indiano, nos explica com simplicidade no seu livro I am That:

“Nós conhecemos o mundo exterior de sensações e ações mas, do nosso mundo interior de pensamentos e sentimentos, nós conhecemos muito pouco. O objetivo primário da meditação é que nos tornemos conscientes e que nos familiarizemos com a nossa vida interior. O objetivo final é alcançar a fonte da vida e da consciência.”

O médico norte-americano William Collinge define meditação como “uma prática simples e tranquila, que encerra um poder extraordinário para auxiliar na resistência à doença e manter a saúde em geral”. Mas a meditação é muito mais que isso. Ela proporciona ao praticante a volta para dentro de si mesmo, para um ponto só acessado pelo indivíduo, em condições de absoluta serenidade.

Muitas doenças são auxiliadas exatamente por essa sensação da volta para casa, porque a meditação faz o caminho contrário.

Hoje em dia,  a sociedade moderna exige que o homem se afaste de seu eu interior, usando uma ou várias máscaras, a ‘persona’, a forma como nos comportamos em sociedade. Sentimentos como medo, insegurança, desejos, tristezas, não podem ser manifestados, por exemplo, em uma sala de reuniões. Para sobreviver no trabalho, o homem tende a agir de maneira que não é, porque alguns sentimentos não são politicamente corretos de serem expostos. A sociedade considera ‘de mau gosto’ falar de assuntos pessoais ou considerados ‘delicados’. E, geralmente, temas delicados são os temas verdadeiros, que o indivíduo vai adiando até encontrar o estresse. Isso colabora para que o homem se sinta sozinho com seus problemas, fragmentado, distanciado de sua verdadeira natureza.

A meditação é uma técnica que faz com que o indivíduo recupere e mantenha seu eixo, um centro, para onde pode retornar quando quiser. É como a ponta do compasso, que se bem fincada consegue traçar círculos perfeitos, sem que ela (o eixo) saia do lugar. Depois de anos de prática, a pessoa consegue se manter em seu eixo, mesmo estando no convívio social. Isso diminui a tensão e, conseqüentemente, fortalece as defesas imunológicas. É uma reação em cadeia que proporciona, muitas vezes, a cura de uma doença. É assim que a meditação provoca o equilíbrio e a harmonia psíquicos e esta técnica é fundamental no controle da dor, que é a manifestação física de um desconforto antes sentido pela mente, em muitos casos.

Técnicas de meditar

Concentração meditação – Esta centra a atenção na respiração, uma imagem ou um som para trazer a mente para descansar e para permitir uma maior consciência e clareza a surgir. A forma mais simples é sentar-se calmamente e centrar a atenção na respiração. Acredita-se que existe uma relação entre um estado de espírito da pessoa e sua respiração. Se uma pessoa está agitada, assustado ou ansioso, a respiração é rápida e irregular. Quando a mente está calma e composta, a respiração é lenta, profunda e regular.

Yoga Nidra concentração é uma forma de meditação. É um tipo de sono e psíquica que induz completa físico, mental e emocional relaxamento, mas ao mesmo tempo que mantém a consciência no nível mais profundo. Uma das práticas Yoga Nidra deitada e segue as instruções do professor. Um progressivamente relaxa os músculos, correndo atenção, através de diferentes partes do corpo. Isto é seguido pelo despertar de sensações ao pólo oposto, como peso e leveza. Cada parte do corpo é conhecido por ter diferentes controlo centro no cérebro. O movimento de sensibilização, através de diferentes partes do corpo relaxa-los e também apura vias nervosas do cérebro.

Baseadas meditação Zen – O indivíduo se senta quietamente e testemunhas que atravessa a mente sem se envolver com os pensamentos, imagens ou preocupações. Isso ajuda a ganhar uma tranqüilidade e um não-reativo estado de espírito.

Healing meditação sobre corações duplos – Esta é uma técnica avançada meditação. Algumas das principais chakras são as pontes para determinados níveis de consciência. O centro emocional do coração e do centro do coração divino, devem ser ativados para tornar canais de energias espirituais. Por concentração prolongada, pode receber uma iluminação.

Fonte: Boa Saúde, Orion Evolution e Scum Doctor

Uma árvore adulta pode absorver do solo até 250 litros de água por dia. Imagine como elas poderiam ajudar para não ocorrerem tantas enchentes, das quais matam e deixam muitas pessoas sem casas! Junto com toda essa água absorvida, muitos nutrientes de matérias orgânicas (como as fezes dos animais) são absorvidos pelas raízes e transformados através da fotossíntese, em alimento para a toda a planta. Por sua vez, folhas, frutos, madeira e raízes servirão de alimento para diversos seres vivos. Os animais por sua vez, irão defecar o que comeram, e as folhas e frutos que não serviram de alimento caem no solo.

Folhas, frutos e fezes de volta ao solo, e todo o ciclo recomeça

A camada de folhas que se formam a baixo das árvores, servem de berço para as sementes, e para proteger o solo dos pingos da chuva. Cada pingo de chuva que cai diretamente no solo, causa erosão. A erosão do solo pode ser prejudicial em vários casos:

  • Em rios: A erosão leva terra e areia para o leito (fundo) do rio, fazendo com que o rio fique mais raso, com menor capacidade de guardar água, causando a falta de água nos meses de pouca chuva, além da morte dos peixes.
  • Para o Solo: A erosão leva embora as sementes que poderiam germinar e recompor a vegetação natural. Ou seja, solo desprotegido tende a continuar desprotegido.
  • Para os animais: A erosão pode levar embora ninhos de animais que os fazem no chão, e tampar os de diversos outros animais, matando os filhotes que estão dentro. Além do mais, sem vegetação e frutos para alimenta-los, eles vão embora ou morrem de fome.
  • Para os lençóis freáticos: Os solos sem vegetação, por não terem raízes e minhocas para deixa-lo fofo, não tem uma boa absorção de água. Além do mais, como não há barreiras para a água, ela vai embora rapidamente, não dando tempo para a água da chuva penetrar no solo. Com isso os lençóis freáticos secam, acabando assim com muitos rios e conseqüentemente com nossa água potável.

A copa das árvores também protege o solo da chuva direta, sem contar que suas raízes seguram firmemente o solo. As raízes de árvores que estão nas beira de rios, aparecem as vezes dentro do rio, parecendo cílios. Essas raízes além evitarem a erosão, servem de casa para muitos animais. Por causa destes cílios, a mata próxima aos rios é conhecida pelo nome de Mata Ciliar.

Uma árvore pode transpirar por suas folhas, até 60 litros de água por dia. Este vapor se mistura com as partículas de poluição do ar, e quando se acumulam em nuvens, caem em forma de chuva. Portanto, as árvores ajudam também na retirada de poluentes do ar! Além do mais, este vapor ajuda a equilibrar o clima da região. Isso é facilmente percebido em parques e floretas que tem seu clima mais fresco.

Outro ponto que podemos notar até mesmo em parques no meio de grandes cidades, é o silêncio! As árvores formam uma parede que impede a propagação dos ruídos. Cercas vivas estão sendo muito utilizadas hoje em dia para criar ambientes mais silenciosos e aconchegantes (além de bonitos).

Se ainda assim, você ainda não se convenceu de que deve plantar árvores espere para saber mais…

  • Sombra: ah que delícia uma boa sombra ! Não é ? Bem, se levarmos em conta a devastação e a não preocupação do reflorestamento, pode se preparar para sair de casa de guarda sol, pois a previsão é de que em 2030 nossas matas vão acabar!
  • Madeira: Se você não tem nada de madeira na sua casa pode enviar seu nome para colocarmos no livro dos recordes. O mercado madereiro é um dos que mais cresce no Brasil. Muitas empresas são clandestinas, e pouca gente se preocupou em saber se a madeira que está comprando é autorizada ou não. Se você usa madeira, por que não ajudar plantando?
  • Papel: Não sei se você sabe, mas não há no mundo país que tenha um substituto para o papel vindo da madeira de árvores, sendo produzido em larga escala ! Preocupante ? Então imagine quantas árvores você já usou e vai usar só com papel!
  • Oxigênio: Você respira ? Bem, pode não conseguir mais daqui alguns anos. A poluição gerada pelas grande cidades estão desequilibrando a quantidade de oxigênio no mundo ! E uma novidade: Estudiosos afirmam que florestas muito antigas, que já atingiram seu equilíbrio, produzem a mesma quantidade de gás carbônico (liberado a noite) que a de oxigênio. E que florestas jovens, para poder crescer, liberam muito mais oxigênio do que gás carbônico. Isso significa que plantar uma árvore é produzir oxigênio !
  • Frutas: Quem não gosta de uma boa fruta ? Mas não pense que elas são produzidas em laboratório. Elas chegam à sua mesa, pois árvores às produziram. E se você fizer as contas deve ter gasto com frutas o bastante para ter mais de 100 pés de cada fruta que você gosta. Mesmo porque o gasto em se ter uma árvore é quase zero.
  • Fauna: Que delícia ouvir o canto dos pássaros logo de manhã ! Pois então !

Plante uma árvore perto de sua casa e ouça o resultado! Se você estiver em zona rural, ou próximo à alguma floresta, ainda poderá receber a visita de diversos animais da fauna brasileira.

Fonte: Animal e Natureza

Os benefícios do Chá

Publicado: 12/05/2009 por Elisa em Atualidades, Saúde
Tags:, , , ,

O chá é uma bebida preparada através da infusão de folhas, flores, raízes de chá, ou Camellia sinensis. Geralmente é preparada com água quente. Cada variedade adquire um sabor definido de acordo com o processamento utilizado, que pode incluir oxidação, fermentação, e o contato com outras ervas, especiarias e frutos.

A palavra “chá” é também usada popularmente para referenciar qualquer infusão de fruto ou erva como a camomila ou a cidreira, mesmo não contendo folhas de chá. Este artigo debruça-se sobre o verdadeiro chá.

Os quatro tipos de chá são distinguíveis pelo seu processamento. Camellia sinensis é um arbusto sempre verde cujas folhas, se não são logo secas depois de apanhadas, rapidamente começam a oxidar. Este processo lembra a maltização da cevada; as folhas ficam progressivamente escuras, assim que a clorofila se quebra. O processo seguinte no processamento é parar o processo de oxidação num estado predeterminado removendo a água das folhas via aquecimento. O termo fermentação é frequente e erroneamente usado para descrever este processo, mesmo que na verdade nenhuma verdadeira fermentação aconteça (ou seja, o processo não é digerido por microorganismos).

O chá é tradicionalmente classificado em quatro grupos principais baseados no grau de oxidação:

  • Chá branco: folhas jovens (novos botões que cresceram) que não sofreram efeitos de oxidação; os botões podem estar escudados da luz do sol para prevenir a formação de clorofila.
  • Chá verde: a oxidação é parada pela aplicação de calor, quer através de vapor, um método tradicional japonês, ou em bandejas quentes — o método tradicional chinês).
  • Oolong (烏龍茶): cuja oxidação é parada algures entre o chá verde e o chá preto.
  • Chá preto: oxidação substancial. A tradução literal da palavra chinesa é chá vermelho, o que pode ser usado entre os fãs de chá.
    variações pouco comuns: estão disponíveis várias preparações de chá que não se enquadram na nomenclatura usual.

Origem e disseminação do chá
Historicamente, a origem do chá como erva medicinal útil para se manter desperto não é clara. O uso do chá, enquanto bebida social data, pelo menos, da época da dinastia Tang.

Os primeiros europeus a contactar com o chá foram os Portugueses que chegaram ao Japão em 1560.

Em breve a Europa começou a importar as folhas, tendo a bebida tornado-se rapidamente popular, especialmente entre as classes mais abastadas em França e Países Baixos. O uso do chá em Inglaterra é atribuído a Catarina de Bragança, princesa portuguesa que casou com Carlos II de Inglaterra) e pode ser situado cerca de 1650.

O carácter chinês para chá é 茶, mas tem duas formas completamente distintas de se pronunciar. Uma é ‘te’ que vem da palavra malaia para a bebida, usada pelo dialecto Min-nan que se encontra em Amoy. Outra é usada em cantonês e mandarim, que soa como cha e significa ‘apanhar, colher’.

Pronúncia
Esta duplicidade fez com que o nome do chá nas línguas não chinesas as dividisse em dois grupos:

  • Línguas que usam derivados da palavra Te: alemão, inglês, dinamarquês, hebraico, húngaro, finlandês, indonésio, italiano, letão, tamil, sinhala, francês, neerlandês, espanhol, arménio e latim científico.
  • Línguas que usam derivados da palavra Cha: hindi, japonês, português, persa, albanês, checo, russo, turco, tibetano, árabe, vietnamita, coreano, tailandês, grego, romeno, swahili, croata.

Influência sobre a saúde
O chá é tradicionalmente usado nos seus países de origem como uma bebida benéfica à saúde em vários aspectos. Recentemente, cientistas têm se dedicado aos estudos dos efeitos do chá sobre o organismo, bem como a conhecer melhor as substâncias que promovem esses efeitos. Todos os tipos de chá possuem praticamente as mesmas substâncias, porém em concentrações muito diferentes devido aos processos de preparação.

Estudos sugerem que o chá tem muitas propriedades benéficas importantes, por exemplo: é anticancerígeno, aumenta o metabolismo, ajuda o sistema imunológico, reduz o mau-hálito, diminui o stress, tem efeitos sobre o HIV. É no entanto necessária alguma precaução em relação a estas conclusões, porque não existem praticamente resultados científicos conclusivos e além disso alguns dos estudos feitos (particularmente na China) têm por detrás grandes interesses económicos.

É no entanto de salientar que o excesso de consumo, ou o consumo de chá mal conservado ou mal preparado, têm também efeitos negativos para a saúde. Em particular, o chá possui fluoretos (provocam osteoporose e artrite e são cancerígenos), cafeína (provoca doenças do sono), e oxalatos (provocam problemas renais). Mas, em geral, pode-se dizer que o chá tem sobretudo efeitos benéficos, porque todas estas substâncias têm efeitos benéficos se ingeridas em pequenas quantidades.

Chá e Saúde
Segundo o folclorista Alceu Maynard Araújo, o chazinho é um remédio para todas as idades. É preparado com água fervida, plantas é geralmente adoçado e tomado morno ou quente. Não há pelo Brasil afora comadre ou avó que não tenha a receita de um chazinho para curar qualquer tipo de mal estar.

  • Chá de folha de abacateiro – persea gratíssima – para os rins e bexiga.
  • Chá de canela – sinnamonun zeylanicum – para suadouro
  • Erva doce – pimpinella anisum L. – para dor de barriga
  • Folha de figo – ficus carica – para o fígado
  • Hortelã – mentha viridis L. – contra gases e vermífugo
  • Losna – arthemísia abisinthium – para dor de barriga e vesícula
  • Louro – laurus nobile L. – contra insônia
  • Cabelo de milho – Zea mays – diurético. Ajuda a arrebentar sarampo e catapora
  • Quebra pedra – phyllantos niruri L. – diurético, contra pedras nos rins e ácido úrico
  • Flor de ibisco – rosa cinensis L. – diurético e adstringente.
  • Boldo do chile – peumus boldus – estimula o fígado e vesícula
  • Camomila – matricaria chamomilla – digestivo e calmante
  • Capim-cidreira – cymbopogon citratus – calmante e digestivo
  • Erva-cidreira – melissa officinalis – sedativo, ajuda a dormir
  • Flor de laranjeira – citrus aurantium – calmante, ajuda a dormir
  • Folhas de maracujá – parsiflora edullis – calmante, diminui a ansiedade
  • Broto de goiabeira – psidium guajava – contra diarréia
  • Tanchagem – plantago major – adstringente, hemostática, bom para o aparelho digestivo
  • Chá de alho – alium sativus – contra vermes e, com mel, é ótimo contra gripes

Fonte: Wikipedia

O chá verde tem sido usado amplamente  amplamente por diversos povos, durante muitos séculos, como uma bebida benéfica para a saúde.

Um ampla revisão dos estudos disponíveis na literatura médica identifcou os seguintes benefícios do chá verde:

  • Tratamento das verrugas genitais.
  • Prevenção dos cânceres.
  • Redução do risco total de mortes (não das mortes relacionadas
    ao câncer).
  • Pode ser útil na perda de peso e na redução do colesterol.
  • Prevenção das doenças cardiovasculares, como o derrame cerebral e a doença arterial coronariana.

O chá verde parece ser uma bebida muito segura, embora hajam raras relatos de casos de toxicidade hepática.

Os autores da revisão concluem que ainda são necessários mais estudos com o chá verde, para definir o seu real papel na medicina complementar.

Fonte:Am Fam Physician (2009).

A estação mais quente do ano requer uma alimentação leve e saudável. É preciso se hidratar e se proteger de doenças, parasitas e vírus. A água, um importantíssimo elemento que atua em todos os processos metabólicos do organismo. A água controla a temperatura corporal, transporta as fibras que estimulam o trabalho do intestino, além de retirar as toxinas do corpo. É a solução onde os processos celulares ocorrem.

Os sucos, a água combinada a frutas, hortaliças ou legumes, é uma ótima opção para aquelas pessoas que querem uma forma de alimentação nutritiva, refrescante e fácil de preparar. Oferecem uma enorme quantidade de vitaminas e sais minerais que o organismo necessita, contribuindo para seu bom estado. Especialistas recomendam tomar pelo menos um copo de suco por dia.

São ótimos para quem quer perder peso,  por serem saudáveis, alimentar, e, dependendo do suco, possuir uma quantidade relativamente baixa de calorias. Introduzir sucos no dia a dia pode contribuir para a saúde cardiovascular, ampliar a capacidade física, ajudar a baixar a pressão arterial, dormir bem, ter mais energia e melhor saúde. Livra seu corpo de toxinas, suaviza a pele, deixa os cabelos mais brilhantes e regula sistema orgânico. Entre as características dos sucos está o controle da temperatura corporal, estimulo do trabalho do intestino e auxílio no funcionamento dos rins, o que favorece a digestão.

Os sucos de frutas representam uma grande fonte de vitaminas, especialmente a vitamina C, presente nas frutas cítricas. Algumas frutas têm propriedades específicas, por exemplo, as frutas vermelhas e alaranjadas possuem altos níveis de caroteno, uma substância considerada anticancerígena, e as frutas cítricas contêm vitamina C e bioflavonóides, importantes nutrientes que reforçam o sistema imunológico.

Já, os sucos de hortaliças fazem com que o corpo absorva os nutrientes rapidamente, ao contrário do que ocorreria se essas hortaliças fossem ingeridas normalmente, onde esse processo é mais lento. Quando tomar suco de hortaliças trate de mastigá-los.

(mais…)