Posts com Tag ‘alimentação’

Três passos para uma vida saudável

Publicado: 24/08/2009 por Kakao Braga em Atualidades, Saúde
Tags:, ,

obejtivo:: Por Rúbia N. Pinho ::   

1º passo: é preciso ter bem claro os objetivos almejados e compreender racionalmente a motivação para as escolhas, caso contrário se torna uma emoção passageira e inatingível;

2º passo: é preciso conhecer o território e o endereço para chegar aos objetivos estabelecidos, ou seja, é essencial desenhar um mapa adequado, atualizado e consciente dos desafios, inclusive as limitações e habilidades pessoais;

3º passo: é preciso acreditar, perseverando alcançar os objetivos, inclusive os intermediários, agindo no fortalecimento das habilidades e superando as limitações.
 
Mas, como: 

  • menteUma mente desconexa, diante das dificuldades diárias, tem condição de pensar ou seguir estes três passos?
  • Um corpo adoecido tem possibilidade de cura? 
  • Alguém emocionalmente desequilibrado tem tranqüilidade para desenhar o caminho das soluções em sua vida? 
  •  Uma pessoa com problemas financeiros consegue lembrar a abundância de soluções disponível a ela?
  • Um indivíduo enfraquecido espiritualmente pode ter consciência do seu Poder Divino?

De qualquer forma, quer queira ou não, o ser humano está imerso na dualidade natural da condição humana. Como tudo tem um motivo para existir, a função da doença é desejar a saúde, a função do sofrimento é despertar para a felicidade, etc. Isso tudo é possível graças ao desejo, este é o princípio para muitas pessoas.

Existem aqueles que já não passam mais pelo sofrimento para buscar a felicidade, pois compreendem e conhecem o sentido lógico da vida. Mas, muitos ainda perambulam no caminho da dualidade até chegar a um ponto quase que insuportável e é neste momento que acontece o desejo da remissão, quando o trabalho terapêutico é uma luz no caminho do aspirante à liberdade de todos os problemas.

“O terapeuta não cura, ele cuida, é o Vivente que trata e cura. O terapeuta está lá apenas para pôr o doente nas melhores condições possíveis para que o Vivente atue e venha a cura.” (Jean-Yves Leloup).

A palavra “terapia” vem do grego “therapeua” e significa “dar apoio a alguém no seu caminho” (Shalila Sharamon e Bodo J. Baginski).

Desta forma é essencial buscar um profissional adequado para este auxílio.

corpoNeste caminho é de crucial importância entender que o corpo é o veículo para a conquista do objetivo almejado. Mas, o que um corpo precisa para ser um excelente veículo? Precisa, primordialmente, de uma alimentação e nutrição adequadas à sua expectativa individual. Cada corpo tem uma individualidade de necessidades, quando esta lei é desrespeitada, acontecem os desequilíbrios e as enfermidades. Uma alimentação inadequada afeta negativamente os sentidos (paladar, olfato, visão, audição e tato), alterando a percepção da vida como ela é realmente, impedindo o sucesso nos campos: físico, mental, emocional, profissional, financeiro e espiritual. Neste caso o indivíduo não consegue focar as soluções, foca apenas os problemas, porque o seu corpo passa a ser um verdadeiro problema, ele está adormecido e anestesiado pela ação química dos alimentos inadequados, estes atuam no metabolismo como anti-nutrientes (toxinas), que agridem as células vitais, tornando difícil a construção e manutenção do equilíbrio físico.

“Quem não se lembra de quando esteve doente? Todos os sentidos (paladar, olfato, visão, audição e tato) ficam fragilizados, chegam a perder a graça pela vida, não é mesmo?” Uma pessoa alimentada inadequadamente está por vezes com tais sensações e, até mesmo, sem condições de traçar claramente objetivos e metas em sua vida.

alimentosUm paciente que não gosta de determinado alimento tem todas as papilas linguais* e olfato acostumados a um determinado padrão alimentar. Não adianta apenas explicar que o alimento é saudável, é preciso propor e executar um programa de treinamento no processo educacional adequado à personalidade do indivíduo. Este programa de treinamento propicia a ultrapassagem das barreiras da resistência às mudanças inerentes a cada pessoa. Assim, ocorre a modificação das papilas linguais e, conseqüentemente, adaptação do olfato à inclusão do novo alimento como saboroso. Da mesma forma acontecem modificações em todas as células componentes do corpo, produzindo uma percepção mais aguçada e real da vida.

Diariamente, 50 bilhões de células são substituídas. Deste modo, se o corpo for diuturnamente treinado a aceitar uma alimentação adequada, significa que funcionará com a potencialidade máxima e contribuirá para a mudança genética transmitida às gerações futuras.

Se o organismo tem potencialidade para adoecer e tantas outras negatividades, tem também condições de canalizar este poder para prosperar em todos os sentidos da vida.

**Papilas linguais: são constituições do revestimento da língua que também têm função gustativa, percebendo os sabores, doce, azedo, salgado e amargo que se misturam na detecção e apuração do paladar.

:: Rúbia N. Pinho é nutricionista. Apóia a educação alimentar do Programa Inteligência Nutricional do sistema Raiz da Vida, www.raizdavida.com.br. Aracaju-SE

:: Por Elizabethe Milwaard* ::

A alimentação saudável começa desde cedo.

A alimentação saudável começa desde cedo.

A nutrição é um ponto que merece atenção especial, dentro e fora das escolas, entre os jovens.    

Os atos de selvageria nas escolas, ruas, campos de futebol e até mesmo dentro das faculdades com os chamados “trotes”, que muitas vezes, levam ao óbito, têm tudo a haver com uma nutrição deficiente em alimentos vivos e de ácidos graxos Ômega-3. Estes elementos são essenciais na formação de uma personalidade equilibrada.

Alguns especialistas afirmam que, a cada ano, são detectados 300 mil jovens nos Estados Unidos que desenvolvem a esquizofrenia. E, outros vinte milhões de pessoas de todas as idades, sofrem de algum tipo de alucinação e consomem algum tipo de anti-psicótico.
 
Muitas vezes os problemas começam na formação fetal, mas se agravam no final da adolescência, quando os jovens estão entrando na faculdade ou começando a se preocupar com futuro. Isso ocorre devido ao desenvolvimento acelerado do cérebro, córtex  pré-frontal  e do excesso de responsabilidade imposta pelos pais, escolas e sociedade, sem que eles tenham alcançado à maturidade intelectual, espiritual  e emocional.

Depois que a família investiu uma enorme fortuna no futuro dos filhos, é quando os pais percebem que todos os seus esforços foram perdidos, por não terem incluído uma disciplina nutricional na educação. O cérebro pesa um quilo e quatrocentas gramas e tem na sua composição 75% de ácidos graxos Ômega-3, portanto, a falta destes componentes faz a pessoa perder a capacidade de interagir de forma afetiva com os seus semelhantes.  
         
O córtex  pré-frontal é uma  parte do cérebro que só  fica totalmente formada após os  vinte anos de idade. Ele é responsável pelo raciocínio lógico, autocontrole, discernimento e autoconsciência. Por este motivo, o organismo exige uma boa quantidade de alimentos vivos (construtores e restauradores de tecidos) com alto teor nutricional para o seu completo desenvolvimento.
      
Os primeiros sintomas de um cérebro desnutrido são: irritabilidade, ansiedade prolongada, mau-humor, depressão, dificuldade para se concentrar, algum tipo de demência e esquecimento constante que podem resultar no “Mal de Alzheimer”.   
 
Os problemas cardiovasculares, as doenças degenerativas, a obesidade, o envelhecimento precoce, infertilidade, nascimento de crianças prematuras, TPM, menopausa, celulites, retenção de liquido, envelhecimento precoce, desequilíbrio hormonal, lesões diversas, inclusive fraturas em atletas, são causados pela falta de alimentos vivos e dos ácidos graxos Ômega-3.

Na verdade tudo começa no cérebro: “Um organismo bem nutrido proporciona saúde e prenuncia que o sucesso pode ser garantido.”

*Professora de Consciência Nutricional e Ortomolecular do Sistema Raiz da Vida.

A estação mais quente do ano requer uma alimentação leve e saudável. É preciso se hidratar e se proteger de doenças, parasitas e vírus. A água, um importantíssimo elemento que atua em todos os processos metabólicos do organismo. A água controla a temperatura corporal, transporta as fibras que estimulam o trabalho do intestino, além de retirar as toxinas do corpo. É a solução onde os processos celulares ocorrem.

Os sucos, a água combinada a frutas, hortaliças ou legumes, é uma ótima opção para aquelas pessoas que querem uma forma de alimentação nutritiva, refrescante e fácil de preparar. Oferecem uma enorme quantidade de vitaminas e sais minerais que o organismo necessita, contribuindo para seu bom estado. Especialistas recomendam tomar pelo menos um copo de suco por dia.

São ótimos para quem quer perder peso,  por serem saudáveis, alimentar, e, dependendo do suco, possuir uma quantidade relativamente baixa de calorias. Introduzir sucos no dia a dia pode contribuir para a saúde cardiovascular, ampliar a capacidade física, ajudar a baixar a pressão arterial, dormir bem, ter mais energia e melhor saúde. Livra seu corpo de toxinas, suaviza a pele, deixa os cabelos mais brilhantes e regula sistema orgânico. Entre as características dos sucos está o controle da temperatura corporal, estimulo do trabalho do intestino e auxílio no funcionamento dos rins, o que favorece a digestão.

Os sucos de frutas representam uma grande fonte de vitaminas, especialmente a vitamina C, presente nas frutas cítricas. Algumas frutas têm propriedades específicas, por exemplo, as frutas vermelhas e alaranjadas possuem altos níveis de caroteno, uma substância considerada anticancerígena, e as frutas cítricas contêm vitamina C e bioflavonóides, importantes nutrientes que reforçam o sistema imunológico.

Já, os sucos de hortaliças fazem com que o corpo absorva os nutrientes rapidamente, ao contrário do que ocorreria se essas hortaliças fossem ingeridas normalmente, onde esse processo é mais lento. Quando tomar suco de hortaliças trate de mastigá-los.

(mais…)

Relaxar pode ser uma forma mais eficaz de perder peso do que fazer dieta, sugeriu um estudo da Universidade de Otago, na Nova Zelândia.

A pesquisa acompanhou por dois anos o progresso de 225 mulheres com o peso acima da média e obesas que, divididas em três grupos, participaram de programas diferentes que incluíam meditação e visualização positiva; exercício físico e nutrição e folhetos com informações nutricionais.

Cada programa tinha a duração de dez semanas. O primeiro grupo foi o que teve mais sucesso na perda de peso – uma média de 2,5 quilos.

“Nós descobrimos que a intervenção mais bem sucedida envolveu o intenso treinamento em técnicas de relaxamento ao mesmo tempo em que equipamos as mulheres para reconhecerem e evitarem estresse que leva (uma pessoa) a comer”, disse a co-autora da pesquisa, Caroline Horwath, do Departamento de Nutrição Humana.

Longo prazo

Horwath disse que o fato de os programas “terem sucesso em impedir o aumento do peso por 12 meses é um resultado muito positivo”.

A pesquisa mostrou que mostrou que a abordagem dietética tradicional de restringir tanto calorias quanto tipos de alimento traz poucos resultados em se conseguir a perda de peso no longo prazo, afirmou Horwath.

“Dentro de cinco anos, várias pessoas em dieta recuperaram o peso que perderam e acabam mais pesadas do que quando começaram. Elas também tendem a desenvolver atitudes muito insalubres em relação a comida e perdem sua habilidade natural para reconhecer quando estão com fome ou saciadas.”

A abordagem sem dieta se concentra em melhorar o estilo de vida para reforçar a saúde independentemente da perda de peso, disse a pesquisadora.

(mais…)