Cai consumo de arroz e feijão na mesa do brasileiro

Publicado: 17/12/2010 por Kakao Braga em Atualidades, Psicologia & Comportamento

Arroz com feijão. Nada mais típico na mesa do brasileiro. Errado. O brasileiro tem deixado de por à mesa essa combinação. Nos últimos 30 anos, o consumo desses alimentos vem caindo. Do início dos anos 70 até hoje, a participação do feijão caiu 31% na mesa do brasileiro e o de arroz baixou 23%. Segundo pesquisa do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), entre 2002-2003 e 2008-2009, a quantidade média que cada brasileiro comia de arroz caiu 41%, indo de 24,6 quilos por ano para 14,6 quilos. A média de feijão passou de 12,4 quilos por ano para 9,1 quilos
(redução de 27%).

O feijão é uma fonte importante de ferro, fibras e, associado ao arroz, de proteína vegetal de boa qualidade. O arroz e o feijão são ricas fontes de carboidratos e, em conjunto, têm quase todos os aminoácidos que o corpo humano precisa, além de serem fontes de amido, vitaminas, minerais e do complexo B. A orientação é que o arroz e feijão sejam utilizados todos dias ou, minimamente, três vezes por semana, para se manter uma dieta saudável. A proporção ideal é de 1 parte de feijão para 2 partes de arroz. Uma combinação perfeita para se manter a saúde em dia. O cozimento do feijão e do arroz deve ser feito com pouca gordura, dando preferência aos óleos vegetais.

Segundo o Ministério da Saúde, esses alimentos vêm sendo substituídos pelo consumo, por exemplo, de biscoitos, que tiveram um crescimento de 400% no mesmo período. De acordo com IBGE, em seis anos, o brasileiro passou a comer menos arroz e feijão e aumentou o consumo de refrigerante e cerveja em casa. No sentido contrário, os refrigerantes de cola tiveram seu consumo aumentado em 40%, passando de 9,1 quilos por ano para 12,7 quilos (a medida das bebidas está em quilos, e não em litros porque o IBGE fez a conversão para padronizar os valores da pesquisa). O consumo doméstico de cerveja pulou 22%, crescendo de 4,6 quilos para 5,6 quilos por ano por pessoa em média.

Fonte: IBGE e Ministério da Saúde

Anúncios
comentários
  1. Andre Bressan disse:

    Acabei de publicar dois artigos no meu blog sobre alimentação saudável e cito o seu artigo como referência. Muito oportuno. Parabéns.

  2. Andrew disse:

    André, obrigado por seu carinho e por ser nosso leitor. Se quiser colaborar conosco é só nos enviar um email. Um grande abraço,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s