No Natal: Presente ou Lembrancinha?

Publicado: 16/12/2010 por Elisa em Atualidades, Psicologia & Comportamento

O Natal está chegando. Seja na família, na turma de amigos, no trabalho é comum a troca de presentes. Dar presente ou lembrancinha é fazer declarações de estima, só que com ênfases ligeiramente diferentes. Mas, qual é a diferença entre dar um presente ou uma lembrancinha?

– Um presente é algo que você está dando porque deseja que quem vai receber o tenha. Normalmente é escolhido com cuidado. São diversos os fatores que vão influenciar a escolha destes presentes: o gosto das pessoas que iremos presentear, o tempo que temos disponível para sair às compras, escolher os presentes e comprá-los, a disponibilidade e os preços destes presentes. O presente é mais formal e está ligado a datas oficiais. Gera expectativas do lado de quem dá e de quem recebe. Precisa ter nossa cara. O embrulho é importante. Queremos fazer bonito. Mas também queremos que ele tenha a ver com quem recebe, pois indica ao outro como o vemos. Quando alguém abre o pacote, é gratificante testemunhar sua alegria. Não apenas pelo novo objeto, mas, principalmente, por se sentir reconhecido por nós em sua singularidade.

O presente acentua a doação de sua parte ao outro (pelo tempo e dinheiro que lhe dediquei), bem como o desejo de ele fazer parte de sua vida.

– Uma lembrança é um objeto relativamente banal, não tem grande valor utilitário nem custa caro, daí o diminutivo. Ela é, sobretudo, despretensiosa, o que realça seu valor simbólico. É entendida como uma atenção desinteressada e gratuita. Quem dá não espera reciprocidade, embora isso acabe acontecendo. Não é necessário muito tempo para encontrar uma lembrancinha. Embora escolhida com carinho, ela não precisa ter a cara de quem dá ou de quem recebe. E serve para presentear uma gama variada de relações: amigos, colegas, pessoas que nos prestam algum serviço. Nesse sentido, é um gesto que não compromete quem dá, nem quem recebe. Tem um papel importante na sociabilidade feminina. Quem ganha se surpreende, quem não ganha não se ofende.

A lembrancinha diz ao outro que ele faz parte da minha.

Use a sua imaginação e não esqueça que o que vale é o carinho e não o presente em si. É preciso olhar os objetos de forma criativa, até que um traduza nossa visão do presenteado.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s