Aborto: a polêmica no campo social, religioso e científico

Publicado: 21/12/2009 por Kakao Braga em Atualidades, Psicologia & Comportamento, Saúde
Tags:,

Sem dados oficiais, a estimativa dos especialistas é de que sejam feitos anualmente 1 milhão de abortos no Brasil. Esse procedimento proibido no país continua sendo um dilema social, humano, jurídico e de saúde pública. A controvérsia atinge também os campos religiosos e o científico.

Como só é permitido em casos de salvar a vida da mãe ou quando o feto foi gerado por conta de estupro ou tenha um defeito grave de formação, as condições dos abortos clandestinos são precárias: sem condições de higiene ou segurança. Os abortos mal feitos são a quarta causa da mortalidade materna, atingindo cerca de 200 mulheres.

Segundo matéria publicada na revista Veja edição 2097, atualmente os ginecologistas (há cerca de 20 mil no Brasil) passaram a adotar uma espécie de filosofia de redução dos danos. Ou seja, ao perceberem que a paciente irá mesmo fazer o aborto, orientam-na e ajudando-as a enfrentar da melhor maneira possível as conseqüências da decisão.

A situação ideal é que o aumento da eficiência, a diminuição do custo e a facilidade de acesso ao uso de anticoncepcionais femininos ou masculinos diminuíssem a pratica do aborto, mas a realidade ainda é alarmante. O que há 20 anos era considerado um tabu está sendo amplamente discutido e estimulando diversas ações não só da comunidade médica, mas também do Governo. Desde 2002, o Ministério da Saúde distribui a “pílula do dia seguinte”. Nos últimos cinco anos, o Poder Judiciário concedeu 3.000 alvarás para a suspensão da gravidez em caso de má-formação fetal, o dobro das liberações no mesmo período da década de 90.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s