Comer durante o trabalho faz mal

Publicado: 15/10/2009 por Elisa em Atualidades, Saúde
Tags:, ,

comer-no-trabalho-300x225A correria do dia a dia, a pressão, a tensão e a falta de tempo fazem com que a pessoa se alimente mal. Comer depressa, pular refeições ou comer fora de hora alteram e dificultam o processo digestivo.

A mastigação é uma das fases mais importantes. Para quem não sabe, os alimentos começam a ser digeridos na boca, com a ajuda das enzimas digestivas presentes na saliva. Quando não se mastiga direito, essa primeira etapa da digestão é prejudicada.

Normalmente, quem se alimenta rápido engole pedaços de comida. Quanto maior o alimento engolido, mais suco gástrico é necessário para digeri-lo. Isso causa o aumento do PH do sangue, que fica mais alcalino. A reação seguinte é a moleza e o sono. A gordura, por demorar muito tempo para ser absorvida pelo organismo, consome muita energia. É por isso que a sensação de sono geralmente acompanha quem acabou de comer um rissole ou uma coxinha.

brigadeiro-mordido1-300x225Beliscar uma bolachinha ou comer um chocolate durante o trabalho não faz bem ao organismo. O ideal, em vez de “beliscar”, é se alimentar durante uma pausa de 15 a 20 minutos, num lugar adequado, e não em frente ao computador, por exemplo. Além de sujar o seu local de trabalho e às vezes até incomodar um colega, você pode nem sentir o gosto da comida direito. E ainda corre o risco de comer mais do que o necessário, um problemão principalmente para quem sofre ou tem tendência à obesidade.

O que desperta a fome no meio da tarde?

As causas podem ser de fundo físico e/ou emocional. A ansiedade, a preocupação excessiva, a depressão e o estresse são os fatores emocionais que mais levam à alimentação durante o trabalho, mesmo que não haja fome. Duas soluções para esses problemas podem ser a prática de esportes e comer sempre nos mesmos horários.

Se ainda assim for difícil se livrar do impulso de se alimentar sem que o corpo peça, é aconselhável procurar um terapeuta. “A compulsão por comer entrega um fundo de insatisfação em algum setor da sua vida”, afirma a psicóloga Maria Lúcia Contreras.

Já quanto às causas de ordem orgânica, independentemente do tipo de trabalho, há o movimento corporal, o raciocínio, a fala e o metabolismo (não importa se a pessoa está praticando alguma atividade, os órgãos têm funções a realizar 24 horas por dia). Isso tudo consome muita energia que precisa ser reposta.

O que comer?

O açúcar (aquele dos chocolates, balas e afins) só deve ser ingerido logo após o almoço ou jantar. Se ele for deliciosamente saboreado depois de um certo tempo das grandes refeições, ou seja, quando já fez a digestão, a energia e o ânimo são praticamente instantâneos. Mas, como ele é absorvido muito rápido pelo organismo, o cansaço e moleza logo aparecem.

beber-aguaPara não se render quando bater a vontade, tome uma água, converse com alguém, dê uma navegada na Internet, para se distrair, ou simplesmente coma o que é mais saudável.

Quando sentir fome, o ideal é ingerir alimentos nutritivos e de fácil digestão, como um iogurte desnatado, frutas, barrinhas de cereais ou um sanduíche de peito de peru bem leve.

Tomar muita água também é importante. O organismo precisa ser hidratado constantemente. Ande com uma garrafinha e beba sempre que sentir vontade.

Quanto aos sucos, para quem pensa que eles substituem as frutas, um alerta: é melhor comê-las do que tomá-las, porque a fibra alimentar que possuem é destruída no liquidificador.

Fonte: Folha Equilíbrio

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s