A voz: essa fantástica máquina da comunicação

Publicado: 09/09/2009 por Elisa em Atualidades, Saúde
Tags:, ,

A necessidade de se expressar, seja para demonstrar interesse, cansaço, tristeza, alegria, nervosismo, ou qualquer outra emoção, fez com que o homem desenvolvesse uma das suas principais características: a voz.  

Essa maneira peculiar de reprodução de sons permitiu que o homem desenvolvesse a comunicação verbal e se fizesse entender. Seja sussurrando , falando, gritando, a fala só é possível quando existe o outro e este entende o que está sendo dito.

A voz faz parte da identificação individual do ser humano, em geral condiz com sexo, idade e estrutura física.  Está associada à fala, podendo variar quanto à intensidade, altura, inflexão, ressonância, articulação e muitas outras características. Sofre ainda a influência de hormônios e de nossas emoções, mas não ultrapassa dos 70 decibéis, a não ser que se grite.

Esse som, fruto da evolução, é produzido quando o ar vindo dos pulmões passa pelas pregas vocais, e por nosso comando neural, por meio de ajustes musculares, faz pressões de diferentes graus na região abaixo das pregas vocais, fazendo-as vibrarem. Ao passar pela boca, lábios e língua, as ondas sonoras vão ser articuladas em vogais e consoantes (formando palavras, frases, sentenças), com o objetivo de serem decodificadas e entendidas pelo ouvinte.

Todo esse processo é um trabalho conjunto do sistema nervoso, respiratório e digestivo, e de músculos, ligamentos e ossos, harmoniosamente atuando para que se possa obter uma emissão eficiente. As famosas pregas vocais são dois pares de músculos (formando o tíreo-aritenóideo) que, primordialmente, não foram feitos para o uso da voz. Sua função primordial era respiração, alimentação e esfincteriana.

O período de melhor desempenho vocal está entre os 25 e os 40 anos de idade, mas pode haver exceções quando se possui boa saúde física e psicológica, além de fatores genéticos, sociais, ambientais e raciais.

A voz também pode sofrer algum distúrbio, desde alterações, rouquidão, ou até mesmo a perda total ou parcial do som. Esses transtornos podem limitar a comunicação no dia a dia, abreviar carreiras e até mesmo tornar-se esteticamente inaceitável.

Ao se perceber qualquer tipo de alteração por um período prolongado, pode ser um sinal de doença séria, por esse motivo deve-se procurar um atendimento médico ou um profissional especializado.

A voz também envelhece

Assim como nosso corpo a voz também envelhece. Esse envelhecimento é provocado pelo engrossamento das cordas vocais, redução de movimentos das articulações, alterações hormonais e emocionais, maus hábitos, calcificação das cartilagens, atrofia da musculatura laríngea e a perda da capacidade pulmonar.

Os homens tendem a iniciar o processo de alteração vocal por volta dos 30 anos, enquanto nas mulheres isso começa a acontecer por volta dos 50, quando chega à menopausa.

  • Para evitar o envelhecimento vocal ou atrasá-lo, é necessário:
  • Usar a voz corretamente. Evitar falar alto ou baixo, rápido, descompassadamente e por muito tempo.
  • Não falar alto em ambientes ruidosos (procure chegar próximos das pessoas). Ao gritar, você machuca as pregas vocais. Se for falar para um grande público, use microfone.
  • Articule bem ao falar. Seu interlocutor o compreenderá melhor e você poupará sua voz.
  • Evitar pigarrear.
  • Beber no mínimo dois litros de água por dia, dando preferência a água fresca ou em temperatura ambiente.
  • Evitar o fumo, bebidas destiladas e a cafeína.
  • Evitar alimentos condimentados, muito ácidos e de difícil digestão.
  • Evitar consumir leite e chocolate quando for usar muito a voz. Esses alimentos estimulam a produção de muco, o que também leva ao pigarro.
  • Alimentos fibrosos como a maçã com casca, bem como as frutas cítricas limpam a boca e a faringe e ajudam na clareza da voz.
  • Não dormir logo após comer, procure ficar pelo menos 2 horas sentado após as refeições para evitar o refluxo, o retorno da comida do estômago para a boca (os ácidos do estômago podem prejudicar as pregas vocais e o trato vocal).
  • Quando for usar a voz, se vista confortavelmente. Para falar bem, precisamos respirar adequadamente, e ninguém consegue respirar bem com roupa apertada.
  • Endireite as costas! Boa postura também é fundamental para boa fluência do ar e facilita o trabalho do diafragma.
  • Existem alguns exercícios que podem ajudar. Entre eles, tem a rotação da língua, empurrar a língua contra a bochecha, vibrar a língua e os lábios, bocejar, fazer biquinho de beijo. Técnicas de relaxamento também podem ajudar na boa impostação da voz.
Anúncios
comentários
  1. Obrigado por este belo artigo sobre a voz.
    A voz ao vivo Deste ponto de vista que partilhamos.
    A voz reflete nós, e é uma ferramenta que vale a pena trabalhar.

    Atenciosamente,
    Olivier
    Professor de voz

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s