E quando o filme de afugenta ou te faz dormir?

Publicado: 15/04/2009 por Elisa em Arte & Cultura, Atualidades, Psicologia & Comportamento
Tags:, ,

Em quantos filmes pode-se observar as pessoas sairem antes do final? Quantas vezes você já fez isso? Por que as pessoas fazem isso? Os aficcionados por filmes acreditar ser imperdoável ou, até, um sacrilégio, sair antes do final do filme. Seja por causa do tema, do ritmo da narrativa, pela história já ser conhecida, pelas cenas apavorantes, por ser muito longo e a bexiga não aguentou, ou simplesmente por gosto, muitas pessoas se levantam e vão embora. Abaixo, você verá os que os críticos falam sobre esse tema delicado.
 
No blog Talking Pictures, o crítico Michael Phillips, do jornal “Chicago Tribune”, levanta uma boa discussão sobre esse tema e aponta algumas respostas:  raiva, tédio ou qualquer outro motivo. O crítico de cinema, redator-chefe da revista “Trip” e colaborador da “Folha de S. Paulo, Ricardo Calil, confessa que que saiu pouquíssimos filmes na minha vida – algo que considero uma espécie de sacrilégio, mas acha “desculpável dormir em certos filmes”. Ele conta que o primeiro filme que o fez debandar foi “Afogando em números”, de Peter Greenaway e que a soneca inaugural no cinema aconteceu em “O homem da linha”, de Jos Stelling.

Já o redator do site Leste de Angola, Jorge Santos, explica que ele e os amigos eram assíduos frequentadores de cinema e que um deles, Francisco Duro, tinha o péssimo hábito de se levantar uns minutos antes do filme acabar, porque “cedo se apercebia como a cena acabava. Se isto não fosse suficiente para nos deixar de pé atrás, o nosso amigo esperava por nós à saída e lá seguíamos até ao Pic-Nic, ou até ao Universo, porque sempre havia a ceia depois do cinema, e ele ia explicando o enredo do filme como se nós não tivéssemos lá estado”.

Uma história interessante foi a do baterista Charlie Watts, integrante dos Rolling Stones, ao ver o filme “Shine a Light”, documentário do diretor Martin Scorsese sobre a banda. O músico afirmou em entrevista à rádio BBC 6Music que não gostou de assistir aos flashbacks do filme. “Ele [Scorsese] usa um pouco de flashback, o que eu não gosto muito, porque não gosto de me ver 40 anos atrás dizendo coisas idiotas! O quanto é bom [o filme], eu não sei. É ótimo de se olhar. Mick está fantástico e o teatro era ótimo”. Shine a Light usa imagens de dois shows gravados no final de 2006 no Beacon Theatre, em Nova York. Mesmo tendo gostado do filme em geral, Watts disse que queria ter saído antes da sala, quando o documentário foi exibido especialmente na abertura do Festival de Berlim. “Estávamos sentados na frente, então não dava para levantar e sair mais cedo porque todo mundo estava olhando. Tivemos que ficar, mas cerca de cinco minutos antes do final eu pensei ‘ok, já deu'”.

O crítico de cinema da Folha de S. Paulo, Inácio Araujo conta que já saiu do cinema no meio do filme. Ele acredita que isso pode acontecer por duas razões: ou porque o repertório lhe parece muito batido ou porque ele se sente perdido diante do que vê. Segundo ele o cinema tornou-se uma diversão de fim de semana. “Quem vai, depois de apanhar de segunda a sexta, quer um pouco de sossego, quer encontrar coisas estabelecidas, espiões que espionam, vilões que fazem vilanias, etc. e tal.” Araujo ainda cita que “uma vez fui ao cinema com o Jairo Ferreira. O filme tinha começado há dez minutos e ele, inquieto, falou pra gente ir embora. “Mas Jairo, eu ponderei, a gente acabou de comprar a entrada”. “Então, ele respondeu na lata, eu já perdi meu dinheiro, não vou perder meu tempo”.

E vc, já saiu no meio de algum filme? Conte qual e porquê.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s