Esportes Radicais nas Cavernas de Petar

Publicado: 29/01/2009 por Andrew em Atualidades, Esportes Radicais & Semi, Viagens & Passeios
Tags:, , ,
Petar tem mais de 300 cavernas.

Petar tem mais de 300 cavernas.

Turismo – Localizado no sul do Estado de SP, nas cidades de Apiaí e Iporanga, está o PETAR. Parque com mais de 300 cavernas, dezenas de cachoeiras, trilhas, comunidades tradicionais e quilombolas, sítios arqueológicos, paleontológicos… é realmente um verdadeiro paraíso escondido entre vales e montanhas.

Criado por um decreto, em 1958 (Governo do Estado de SP), com cerca de 35 mil hectares de Mata Atlântica preservada, tornou-se depois da década de 90 um dos locais perfeitos para a prática de alguns esportes radicais, com espeleo, rapel, bóia cross, cascading, bike e, de algumas atividades, como educação ambiental e fotografias.

No Petar você irá encontrar milhares de espécies de aves, mamíferos de grande porte, como pacas, antas, bugios, e muitas espécies de bromélias, orquídeas, palmito juçara, alem de uma imensa quantidade de córregos e rios com águas transparentes.

As cavernas existentes oferecem vários níveis de desafios. Há desde cavernas com enormes rios, escaladas, mergulhos e rapeis à cavernas com estruturas turísticas, escadas, passarelas e pontes.

Existem 4 Núcleos de Visitação no PETAR, todos prá facilitar o controle de turistas e proteger de forma mais organizada esse rico patrimônio. Eles estão localizados estratégicamente, como o Núcleo do Ouro Grosso, que fica no Bairro da Serra (Iporanga) e serve de base de apoio para cursos de monitoria ambiental, seminários, reuniões e de alojamento para escolas públicas.

Somente 12 cavernas do PETAR estão abertas.

Petar atrai cientistas e eco turistas do Brasil inteiro. Sua principal atração são as cavernas cheias de estalactities e formações rochosas surpreendentes.

Petar atrai cientistas e eco turistas do Brasil inteiro. Sua principal atração são as cavernas cheias de estalactities e formações rochosas surpreendentes.

Conheça um pouco mais dos Núcleos:

Núcleo de Santana: é o mais visitado do PETAR e onde estão algumas das principais cavernas, como Caverna de Santana, Caverna do Morro Preto e Caverna da Água Suja, além de cachoeiras magnificas: Cachoeira das Andorinhas e Couto. Está localizado próximo ao Bairro da Serra (Iporanga) e do Núcleo Ouro Grosso, onde ficam a maioria das pousadas e campings. Clique aqui para acessar a página do Núcleo de Santana

Núcleo Caboclos: é um núcleo isolado do restante do PETAR. Nele estão as Cavernas da Teminina e Desmoronada. Magníficas. O acesso à essas cavernas não são tão fáceis. Único núcleo a possuir área para camping (dentro do parque). Somente a Caverna da Teminina e do Complexo Aranhas / Chapéu estão abertas a visitação. Clique aqui para acessar a página do Núcleo Caboclos.

Núcleo Casa de Pedra: nesse núcleo está a Caverna Casa de Pedra, caverna com o maior pórtico do mundo, cerca de 215 metros de altura. É permitido somente visitar o pórtico dela. Sendo a entrada proibida.

Desbravando a Caverna do Lambari.

Desbravando a Caverna do Lambari.

Núcleo Ouro Grosso: está localizado junto ao Bairro da Serra. Tem como principal atrativo a Caverna do Ouro Grosso, considerada por muitos a caverna mais díficil de se fazer do PETAR e a Caverna do Alambari de Baixo.

O uso de lanternas, calça (até o tornozelo) e camiseta são necessários em todas as cavermas. Além de uma boa dose de energia e animação.

Não venha ao PETAR antes de contratar seu monitor local e se possível, agendar seu passeio, pois as cavernas possuem capacidade de carga.

Esportes Radicais
Petar é o local perfeito para a prática de esportes radicais. Opções não faltam.

Rapel na Cachoeira Araponga

Rapel na Cachoeira Araponga

Rapeis de mais de 250 metros de altura, dentro e fora de cavernas, tirolesas, bóia cross, acqua ride, duck, bike, trekking, escaladas e mergulhos dentro de cavernas, cascading, canyonig, corrida de aventura e espeleo. São algumas das atividades que a região oferece.

O Bóia Cross / Acqua Ride nasceu no PETAR no início da década de 80. Com exploradores que utilizam câmaras de “pneus de fuscas ou caminhões” para levar seus equipamentos (câmera fotográfica, carbureto e roupa seca) para dentro das cavernas. Até que um dia um grupo de amigos resolveu seguir as águas do Rio Betari, que passa pelo Núcleo de Santana, até o bairro. Só deitar nas bóias e deixar o rio levar. A partir de então, todos que vinham ao PETAR queriam fazer o mesmo. Aí nasceu esse esporte. (Reconhecido pela Associação Brasileira de Esportes Aquáticos e pela Associação Brasileira de Acqua Ride – ABAR).

Bóia Cross no Rio Betari: Atividade aquática que nasceu nas cavernas do PETAR na década de 70. Com as câmaras amarradas, desce-se um trecho de 2 Km pelo Rio Betari (Nível 01). É necessário alguns equipamentos de segurança, como capacete e colete.

Duck no Rio Betari: Atividade que é feita sobre um bote inflável, em que são transportadas até 2 pessoas. Com ele é possível ‘vencer’ corredeiras mais fortes e grandes quedas d´agua. É feito no Rio Betari ou no Rio Ribeira de Iguape. Mas os rios precisam estar com um volume bom de água, para que eles não enrosquem nas pedras.

Espeleotema, em Petar, tão fino que chega a ser translúcido.

Espeleotema, em Petar, tão fino que chega a ser translúcido.

Espeleo: Com certeza a atividade mais praticada no PETAR. Há o Espeleo mais light, que é aquele que se faz ao entrar em toda caverna e existe o que é feito por quem está explorando novos ‘Salões’ ou novas cavernas, esse é mais arriscado. É uma atividade que deve ser feita no mínimo por 03 pessoas e com muitas técnicas de escaladas, rapeis…
 
Escalada em cavernas: Em algumas cavernas é necessário utilizar técnicas de escaladas para vencer alguns obstáculos. A caverna preferida dos escaladores é a Caverna do Ouro Groso. Ela possui vários pontos que são necessários escalar para poder continuar a visitação.
 
 Rapel em cavernas: Rapel é uma atividade utilizada para se ‘vencer’ obstáculos, seja uma ponte, paredão ou para se chegar ao fundo de uma caverna. Em PETAR há rapeis dentro de cavernas, com mais de 240 metros de altura, comparado à um prédio de 80 andares de altura. Está temporariamente proibida a realização de rapeis dentro das cavernas do PETAR.
 
Técnicas Verticais em Cavernas: É a soma de algumas técnicas ou atividades, como o rapel (utilizado para descer) e técnicas de Ascensão (subida). As ancoragens da corda, pontos onde prende-la, os tipos de equipamentos para serem usados nesse ambiente, são levados muito a sério para essa atividade.
 
Rapel em Boca de Cavernas e Paredões: Com técnicas de descida, é praticado no PETAR alguns rapeis de até 250 de altura, em bocas de cavernas e em paredões de calcáreo. Na região há muitas opções.
 

Cachoeira Passa 20 ou Araponga com 65 metros onde pode ser praticado cachoerismo ou cascading.

Cachoeira Passa 20 ou Araponga onde pode ser praticado cachoerismo ou cascading.

Cascading: Nada mais é que uma atividade de rapel em cachoeira. Alguns equipamentos são diferentes do rapel tradicional. As vezes é necessário utilizar um rapel guiado (outra corda) para desviar o praticante das fortes águas das cachoeiras. É uma atividade recompensada por muita adrenalina e no final sempre por um bom banho de cachoeira. Em PETAR o cascading mais alto é de 48 metros de altura (Cascading Cachoeira Arapongas) e o mais praticado é o das Cachoeiras do Sem Fim, por ser pequeno (10 metros) e de fácil acesso.
 
Tirolesa: Técnica utilizada também para vencer obstáculos, parecida com os rapeis. Com ela é possível passar de um lado ao outro dos ‘Salões’ das cavernas ou cruzar os rios.
 
Corrida de Aventura: É esporte de competição que reúne um conjunto de atividades, como rapel, bóia cross, tirolesa, canoagem, bike, trekking e espeleo.

O PETAR também conta com esportes mais leves, como:

Mergulho em Cavernas
Canyoning
Bike
Trekking
Canoagem
   
Para a prática de qualquer desses esportes é fundamental estar acompanhado por um monitor local, com autorização prévia da direção do PETAR e utilizar equipamentos de segurança adequados à atividade.

Fonte: Petar Online

Anúncios
comentários
  1. Júnior PETAR disse:

    PETAR é simplesmente demais!

  2. FABIO F. OLIVEIRA disse:

    GOSTARIA DE SABER MAIS SOBRE OS MERGULHOS EM CAVERNAS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s