Insegurança, medo, inveja, raiva… Transforme-os em sentimentos positivos!

Publicado: 16/01/2009 por Kakao Braga em Atualidades, Psicologia & Comportamento
Tags:, , , , , ,

Por Karin Sato – InfoMoney

Foto do Blog Manas Aluanas

Foto do Blog Manas Aluanas

Engana-se quem pensa que sentimentos como inveja, medo ou ansiedade são de todo negativos. À primeira vista, eles não têm utilidade alguma, é verdade, sendo rapidamente associados ao fracasso, mas saiba que eles podem tanto prejudicar quanto ajudar.

Na opinião do psicólogo e consultor organizacional Rogerio Martins, da Persona Consultoria e Eventos, insegurança, medo, raiva, ansiedade, inveja e outros sentimentos tidos como negativos podem prejudicar não somente a carreira como também a vida pessoal. Entretanto, há momentos em que eles são úteis.

“Todos os sentimentos podem ser vistos e aplicados de forma positiva. Por exemplo, é importante ter medo em determinadas situações nas quais o profissional poderá ser prejudicado, bem como prejudicar a empresa. A capacidade de assumir riscos é valorizada no meio empresarial, mas há momentos em que o medo pode ajudar a ter uma visão mais consciente dos verdadeiros riscos. Porém, quando o medo é um fator limitante, evitando que a pessoa tome decisões, ele se torna nocivo”, explica.

Analisando os sentimentos
O mesmo acontece com a ansiedade. Trata-se de algo que sentimos que pode ser visto como positivo quando analisado sob o seguinte prisma: é uma inquietação que nos impulsiona a fazer algo, podendo ser o ponto de partida para uma ação. Mas é negativo quando a pessoa fica somente pensando, pensando e não faz nada.
Já a inveja é ruim. No entanto, sua variável – a admiração – pode ser um motor para o aperfeiçoamento. A inveja não acrescenta, pois deriva, muitas vezes, do desdém, mas admirar uma pessoa bem-sucedida e buscar seguir seu exemplo são atitudes importantes para crescer na carreira.

“Costumo utilizar a expressão benchmarking de pessoas para me referir ao conhecimento dos fatores positivos dos demais para o próprio aprendizado e desenvolvimento. Quando sabemos mais a respeito das pessoas que admiramos, temos condições de agir de modo semelhante”, diz Martins.

Transformando-os em positivos
Conclusão: há sentimentos tidos como negativos que podem ser trabalhados positivamente, mas, para que isso ocorra, é fundamental ter consciência de seus sentimentos e usá-los a favor do crescimento pessoal e profissional.
“Aquele que conhece mais de si mesmo tem mais oportunidades de obter uma carreira de sucesso. Identificar os sentimentos positivos e negativos é o primeiro passo. Para começar, faça uma lista com os sentimentos mais frequentes do dia-a-dia. Depois, escreva as situações onde eles ocorrem. Posteriormente, avalie: como gostaria de agir nesta situação? O que poderia fazer diferente?”, recomenda o psicólogo.

Segundo ele, com esse “mapa” em mãos, deve-se começar a agir conscientemente. “Quando um sentimento negativo surgir, ficará mais fácil agir de modo positivo, visto que você já sabe como ele surge e o que provoca em você. A mudança só depende de cada um. Transformar pensamentos e atitudes negativas em positivas passa pela informação e depois pela mudança de ação”, conclui o consultor organizacional.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s